Carrinho

Muitas vezes a atividade física é ligada a questão estética, quando na verdade traz inúmeros benefícios para a saúde, o corpo e a mente. Apesar de todos esses aspectos positivos, 70% da população mundial é sedentária – segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Entre os fatores principais que levam as pessoas a não praticarem atividades está a falta de tempo, motivação e conhecimento. Entre todos, o conhecimento é o mais importante, entender por completo porque se exercitar é essencial já é um passo a mais para quem tem uma vida sedentária.

Quem pratica atividade é mais feliz?

Pessoas que praticam esportes tendem a ser mais concentradas, focadas e pontuais em outras áreas de sua vida, devido a rotina estabelecida. Fora que manter um corpo definido melhora a autoestima

A movimentação do corpo também ajuda na memória, combatendo o acúmulo de placas que reduz a capacidade dos neurônicos – podendo até causar o Alzheimer – e estimula a célula tronco evitando o atrofiamento dessa região do cérebro.

Photo credit: DFAT photo library on Visualhunt.com

A busca da felicidade pode ser encontrada por meio da atividade física também. Segundo o estudo da Universidade de Penn State, pessoas que fazem qualquer tipo de exercício físico são mais felizes do que as que não fazem.

Durante a atividade física a serotonina e a dopamina é liberada. Mais serotonina, mais chances de ter um sono tranquilo. Fora isso, quando o corpo está com um nível baixo dessa substância a agressividade, ansiedade e o estresse é aumentado. Em alguns casos, a falta total de serotonina pode trazer problemas como a depressão. Concluindo, mais serotonina, menos estresse e situações infelizes, levando bem-estar para a sua vida.

Já a famosa dopamina quando entra em escassez pode atrapalhar o seu sono, humor, concentração e aprendizado. Você sentirá totalmente sem ânimo e ficará sempre na defensiva.

A dopamina é conhecida por alcançar altos níveis quando estamos apaixonados, mas ela também pode ser produzida na atividade física, dando a sensação de bem-estar e felicidade.

Aumento de hábitos mais saudáveis

As atividades físicas levam as pessoas a desejarem serem mais saudáveis. A alimentação muda, a preocupação em buscar alimentos que tragam benefícios é muito maior do que simplesmente ingerir algo por causa do sabor. A prática também ajuda a diminuir a vontade de consumir gorduras e até combate vícios em cigarro, bebidas alcoólicas e cafeína. A vontade de beber água também se torna maior.

Manter uma vida saudável também leva a procurar por outros hábitos, como a meditação, leitura, etc.

Uma coisa leva a outra! Fazer exercício cria essa preocupação em ter uma boa saúde e futuramente evita problemas, que vão desde o desempenho físico até doenças graves.

Corpo em forma

Fora alcançar um corpo atlético, a atividade física contribui para a musculatura, ajuda no fortalecimento dos ossos, reduz a tensão arterial e muitas outras coisas:

  • Seus órgãos funcionam melhor, principalmente o coração
  • O intestino é regularizado
  • Previne doenças cardiovasculares
  • Melhora a postura
  • Fortalece as nossas estruturas ósseas
  • Age contra a osteoporose
  • Aumenta a imunidade
  • Alivia dores
  • Combate a obesidade

 

Depois dessa você já deve ter motivação suficiente para encarar uma atividade física, hein?

Continue Reading

Vamos concordar, não há melhor experiência do que viajar! Mas como nem tudo são flores alguns perrengues podem acontecer e transformar esse momento de conhecimento e tranquilidade em estresse. Claro, que muitas coisas são imprevisíveis e não tem como controlarmos, porém, outras podem ser evitadas seguindo essas dicas de organização para viajar.

Para você ter uma viagem “relax”, separamos algumas dicas de como preparar a viagem, desde da escolha do destino até arrumar a mala.

Importante: data, companhia e gastos

Antes de pensar em viajar, é preciso saber quando você pode viajar. Quantos dias pretende ficar fora? Vai aproveitar o próximo feriado prolongado ou vai fechar as suas férias?

Outra coisa é saber quem vai com você e se esses acompanhantes tem a mesma data livre.  Com isso, você já pode estabelecer a data da viagem e quantos dias poderá ficar fora!

Não esqueça de definir um valor mínimo para viagem, isso ajuda a escolher qual destino cabe mais no seu bolso.

Escolhendo o destino

Como você já sabe data, o tempo disponível para curtir a viagem e quem vai com você, chega o momento mais legal: decidir o destino.

Com a data em mente, fica mais fácil descobrir os destinos que mais combina com a época do ano. Então, se você pretende viajar no outono, por exemplo, pode conferir essa lista de lugares ideais para essa estação aqui no blog.

A distância da viagem também deve ser calculada, porque se você tiver apenas quatro dias é melhor pensar em algo nacional ou no máximo algum país da América do Sul. Também se lembre de quanto você estipulou gastar, alguns destinos podem sair mais caro do que o planejado.

Fora isso, é legal pensar no que você gosta e o objetivo da viagem. Por exemplo, você quer curtir praias ou explorar culturas diferentes? está a fim de acampar ou ficar descansando em algum hotel luxuoso? Todas essas coisas devem pesar na hora de escolher o destino.

Como chegar até lá?

Com data, destino e companhia fechada, vale começar a pesquisar onde vai ficar, se vai fechar a viagem com agência ou por conta própria, etc.

Se você decidir fechar por conta própria, tome muito cuidado com o lugar que escolher ficar, se a sua vaga está garantida mesmo.

Outra coisa é pensar como você vai fazer para chegar lá: de carro, ônibus ou avião?

No caso de pacotes de viagem o avião está incluso, mas se esse não for o seu caso, a nossa dica é buscar as passagens em sites comparativos. O mesmo voo pode sair barato com a variação de horários e companhias. Afinal, economia é sempre bem-vinda!

Separando os documentos

Esse tópico é mais para quem vai viajar para o exterior. Coloque em uma pasta tudo que precisa: visto, passaporte, seguro médico, entradas para parques e shows, etc.

Para quem vai viajar pelo Brasil, leve documentos essenciais como rg, cpf, carteira de motorista e até mesmo a carteira do convênio. Nunca sabe quando vai precisar, né? Falando nisso, verifique se o seu convênio atende a cidade ou estado que você irá viajar.

Organizando tarefas pendentes antes de viajar

Já sabe com quem vai deixar o seu animal de estimação? Passou todas as tarefas para quem vai ficar no seu lugar no trabalho? Essas coisas parecem simples, mas devem ser resolvidas com antecedência.

Imagina você viajando tranquilamente, quando alguém do seu trabalho liga perguntando de uma “pasta específica”. Situação bem chata, não é mesmo?

O que levar na mala?

Sabendo o destino e quanto tempo irá ficar, é mais fácil escolher o que levar. Se você vai em algum lugar com neve, sabe que precisar levar mais roupas de frios e até itens específicos como segunda pele. Para a praia, não pode esquecer da roupa de banho.

Também vale pensar se fará alguma atividade diferente durante a viagem, se esse for o caso precisa lembrar de levar roupas e equipamentos especiais.

Para não esquecer nada, a nossa dica é criar uma lista dividida por categorias (roupas, documentos, acessórios, etc.) de tudo que você precisa levar.

Algo que também não pode faltar na sua mala é o Unhex Viagem, esse conjunto completo e perfeito para levar em qualquer lugar.

 

 

 

 

Continue Reading

Cortar a barba parece ser algo que os homens nascem dominando. Mas não é bem assim, não é? Esse hábito pode sair “errado”, se não seguir as técnicas certas.

Se cortar, encravar os pelos, deixar falhas na pele e até mesmo ficar com irritação são coisas que podem acontecer, quando a barba não é feita do jeito certo.

Esses erros normalmente acontecem por causa da pressa. É bem comum acordar atrasado e ainda querer tirar a barba, de qualquer jeito. O negócio é não pensar em tempo, e sim ter paciência. Coloque uma música, relaxe e faça bem tranquilamente.

Se você tira a barba todo dia, então é melhor acordar mais cedo do que está acostumado para fazer algo bem feito.

Como cuidar do rosto antes de usar o aparelho barbeador?

Resultado de imagem para homem cuidando do rosto

Você pode até achar esse tópico “desnecessário”, mas vale contar que se você não passar um hidratante ou toalha quente no rosto antes de barbear, você terá mais dificuldade em retirar os pelos com o barbeador.

Essa hidratação ajuda a remover células mortas e oleosidade do seu rosto, melhorando o desempenho do aparelho e tirando facilmente os pelos.

Se preferir usar a toalha quente no lugar do hidratante, aqueça-a no micro-ondas por 3 minutos.

Use creme ou óleo para barbear

Em circunstância nenhuma passe a lâmina no rosto sem nada. Sempre use algum creme ou óleo próprio para se barbear. O contato da lâmina no rosto seco pode causar irritação e machucados.

Vamos supor que você não tenha em mãos o creme ou óleo, a dica é usar shampoo ou sabonete líquido. Mas essas opções não são as mais recomendáveis, é só naquele caso do seu creme ter acabado, sabe?

Em qual sentido devo cortar?

Resultado de imagem para homem com barbeador

Sempre corte no sentido do crescimento dos pelos para evitar encravamentos. Você pode começar pelas laterais e terminar no pescoço. Nessa área, os pelos costumam ser mais grossos, mas tenha muito cuidado.

Segure com firmeza o aparelho e passe levemente no rosto. Como o aparelho pode ficar cheio de pelos, é bom passar na torneira algumas vezes retirando esse excesso.

A borracha deve ser trocada com frequência, para evitar contaminações. Você pode trocar de aparelho a cada 3 vezes de uso, por exemplo.

Depois que barbear

Assim que terminar de se barbear, lave o rosto com água gelada e sabonete neutro. Como forma de retirar as células mortas, você pode usar um esfoliante.

Quando enxugar o rosto, use uma toalha seca e limpa, e encoste no rosto levemente. Para finalizar, use uma loção pós-barba.

Curtiu essas dicas? Você pode garantir o Conjunto Unhex, que já vem com o aparelho de barbear da Bic Comfort 2!

 

 

 

Continue Reading

Provavelmente você deve ter algum conhecido que toca violão, guitarra… e deve ter percebido que as unhas sempre estão bem curtas. Ficou com curiosidade? Então continua lendo e descubra porque os músicos precisam estar com as unhas aparadas!

Smelling Country Music GIF by Old Dominion - Find & Share on GIPHY

Parece ser engraçada essa informação, mas a mão que precisa ter as unhas aparadas é apenas a esquerda (no caso de você ser destro, isso vale para a mão direita). Como os dedos precisam apertar as cordas para tocar, é bem provável que as unhas grandes atrapalhem o desempenho.

Enquanto a mão esquerda deve ter as unhas curtas, a direita (no caso de você ser destro, isso vale para a mão esquerda) é melhor deixar crescer no caso de músicos que fazem o dedilhado. Grandes, mas limpas e bem cuidadas.

Claro, que há casos de pessoas que mantêm as unhas longas e tocam, porém, é bem mais difícil e precisa de muita habilidade.

Isso vale para qualquer tipo de instrumento?

Não, apenas para instrumentos que tem o contato direto com os dedos. Por exemplo, violão, cavaquinho, guitarra, etc.

Bb King Guitar GIF - Find & Share on GIPHY

No caso do piano e teclado a dificuldade não é tanta, mas vale também manter as unhas aparadas.

Já quem toca bateria não precisa ter essa preocupação! Porém vale cuidar da unha por questão estética e de saúde.

Como cortar as unhas para tocar melhor?

Corte no formato quadrado e reto. Fora isso, não ultrapasse o limite da pele, isso pode causar infecções.

Você também pode usar o Unhex, esse cortador de unhas tradicional, que já vem com lima e proporciona maior desempenho na hora de cortar as unhas. Fora isso, você pode escolher a versão com corrente para levar no chaveiro!

 

 

Continue Reading

Está pensando em deixar a barba crescer? Então se liga nesse guia da barba para você se inspirar. Além de apresentar alguns tipos de barbas que você pode usar, vamos falar com qual formato de rosto combina e como manter cada estilo.

Barba Estilo Lenhador

Nos últimos anos, esse tipo de barba caiu no gosto popular. É uma barba mais robusta e cheia. Para se adaptar ao estilo, vale ter bastante pelo no rosto!

Manutenção

Para manter, você deve sempre cortar no formato quadrado para baixo e cultivar o crescimento na região do queixo. Mantenha o bigode bem aparado para não ficar na região da boca.

Qual formato de rosto combina?

Retangular e Diamante

Barba desenhada

Ela é bem rala, mas chama atenção pelas linhas bem desenhas. O bigode também deve seguir o mesmo estilo.

Manutenção

Se você quiser seguir esse estilo, saiba que você precisa ir no barbeiro com uma frequência bem maior do que já está acostumado.

Qual formato de rosto combina?

Triângulo Invertido, Retangular e Quadrado.

Van Dyke

Apesar do nome diferente, é o típico cavanhaque com bigode, deixando as bochechas livre de pelos e dando destaque para o queixo.

Manutenção

Para manter é bem simples, sempre deixe a região lateral lisa e mantenha o cavanhaque aparado e não muito longo.

Qual formato de rosto combina?

Triangular, Quadrado e Diamante.

Barba curta e cheia

Esse modelo é o mais tradicional. A barba é curta e não ultrapassa o queixo, mas é com bastante pelo.

Manutenção

Mantenha os fios no sentido pra baixo e quadrado, e sempre bem aparados. Por ser algo mais simples, você pode até fazer a manutenção em casa.

Qual formato de rosto combina?

Triangular, Diamante e Triangulo Invertido.

Barba bagunçada

Mais ou menos parecido com o estilo lenhador, essa barba é a mais fácil de manter. Grande e cheia e com fios em todas as direções.

Manutenção

Deixar ela crescer e aparar alguns pelos desalinhados demais. Para não ficar tão desleixada, vale aplicar alguns óleos.

Qual formato de rosto combina?

Retangular e diamante.

Quais desses tipos de barba combina mais com o seu estilo? Comenta aí!

Continue Reading

Enquanto as mulheres fazem sempre questão de cuidar muito bem das unhas dos pés, muitos homens não cuidam e acreditam que isso é algo totalmente estético. Claro que não há necessidade de passar base, esmaltar, hidratar, tirar cutículas… mas é essencial cortar as unhas dos pés por questão de saúde.

Quando falamos em cortar, é realmente cortar com tesouras ou cortadores próprios, e não arrancá-las com as mãos. Isso pode gerar uma série de machucados e infecções.

Problemas com unhas grandes

Unhas grandes, principalmente a dos pés, podem auxiliar na proliferação de vírus e bactérias. E se isso acontecer, você estará exposto a problemas nas unhas, como micoses, e até mesmo a outros tipos de doenças. Outros problemas podem ocasionar, como mau odor na região dos pés e unhas encravadas.

Também vale lembrar que à medida que envelhecemos, as unhas costumam engrossar, e isso significa mais dificuldade em cortá-las. Por isso é importante manter o hábito com frequência, menos você corta mais as unhas ficam duras e difíceis.

Se você já estiver com unhas grandes e grossas, é recomendável buscar podólogos para ajudar você a tratar a saúde da sua unha.

Como cortar as unhas dos pés do jeito certo?

Para facilitar o corte, amoleça as unhas com água quente e sabonete. Se preferir, pode passar algum tipo de creme hidratante.

Utilize cortador ou tesoura específica para as unhas dos pés e corte no formato quadrado.
Sempre faça o corte na superfície sem machucar a pele, mas nunca corte nas laterais. Caso quiser pode até usar a lima ou a lixa para dar um acabamento melhor na unha.

Você tem o costume sempre de cortar as unhas? Qual produto costuma usar?

Continue Reading

Para quem realmente curte viagens e muitas aventuras, não há época ruim para botar o pé na estrada. Pensando nisso, trouxemos uma lista incrível de destinos nacionais para conhecer no outono!

Bora colocar a mochila nas costas, pegar o seu Unhex Viagem e conhecer esse mundão?

Destinos nacionais para conhecer no outono

O melhor de viajar nessa época do ano é aproveitar as paisagens que se modificam durante essa estação. Fora isso, o custo é menor, se comparado as altas temporadas.

Pantanal (MS/MT)

Resultado de imagem para pantanal

Para conhecer mais sobre a fauna brasileira, o Pantanal é um ótimo destino. A seca é predominante no outono, a falta de chuva e a seca nos rios faz com que os animais saiam em busca de água. E não é difícil observar de perto jacarés, tucanos e até mesmo onças pintadas.

Essa região também se transforma com a chegada do outono, deixando as plantas aquáticas mais visíveis.

Chapada dos Veadeiros (GO)

Resultado de imagem para chapada dos veadeiros

Considerado Patrimônio Natural Mundial pela Unesco, o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros é a principal atração da região. Para explorar as paisagens incríveis, aproveitar a água cristalina, observar a natureza, é melhor ir no outono e evitar as chuvas.

Para quem gosta de esporte radical, praticar tirolesa, rapel e outros, em meio a mata virgem, é uma boa pedida. Também é possível acampar no parque ou se hospedar em hotéis e pousadas, caso queira mais conforto.

Jalapão (TO)

Resultado de imagem para jalapao

A região não costuma ter caminhos pavimentados, por causa disso é importante evitar as épocas chuvosas. Mesmo na época mais seca, os rios da região deixam a umidade do ar melhor.

Quem gosta de cachoeiras, vai se apaixonar mais pelo lugar. Há muitas piscinas naturais com água verde-esmeralda e gelada para refrescar depois das longas trilhas. Sem falar na paisagem com dunas que chegam até 40 metros.

Foz do Iguaçu (PA)

Resultado de imagem para foz do iguaçu

No centro da cidade, você pode ver flores caídas das árvores, dando um colorido incrível para as ruas. A beleza das Cataratas do Iguaçu continua deslumbrante como em qualquer outra época do ano.

Com o clima mais fresco, dá para aproveitar para fazer o Macuco Safari das Cataratas do Iguaçu. Além de ser bem próximo da divisa do Brasil com Paraguai, você pode atravessar a fronteira para comprar roupas, maquiagem, artigos de tecnologia etc.

Vale dos Vinhedos (RS)

Resultado de imagem para vale dos vinhedos outono

Não tem época melhor do que o outono para conhecer o Vale dos Vinhedos. A região faz parte da cidade de Bento Gonçalves e deixa a paisagem da Serra Gaúcha toda em vermelho e amarelo, devido as flores da estação.

Fora a paisagem belíssima, dá para aproveitar para conhecer mais da Serra Gaúcha e ainda provar a culinária local.

Você já foi para algum desses destinos nacionais para conhecer no outono? Tem outra indicação?

Continue Reading

Se você pratica escalada ou é fã de esportes radicais, já deve ter ouvido falar do famoso mosquetão. Esse instrumento é basicamente um anel metálico com gatilho, que permite abrir para a passagem da corda.

Tipos de mosquetão

Muitas pessoas não sabem, mas existem diversos tipos de mosquetão e cada um com uma função específica:

Formato D
Esse é o formato mais tradicional do mosquetão. Esse modelo proporciona mais resistência e continua sendo mais leve do que os demais. O uso dele é indicado em Solteiras.

No conjunto Unhex Sport, o modelo de mosquetão incluído é o D! Saiba mais.

Formato Pêra

Já esse tipo serve como “mosquetão mestre” em uma parada equalizada. Um dos lados acaba sendo mais largo para ter um efeito meia volta, ou seja, para ajudar em escaladas mais altas.

Formato Oval

Apesar de não ser um formato tão comum, o mosquetão oval serve para carregar peças móveis com cabo de aço, possibilitando o manuseio com uma mão. Ele também é muito usado para quem pratica a escalada artificial.

Tipos de travas

Entender qual é o tipo de trava que acompanha o seu mosquetão também é importante:

Com Rosca

Esse tipo funciona da seguinte maneira: você rosqueia a trava impedindo que ela abra o mosquetão.

Sem Rosca

Também conhecida como trava automática, esse modelo não necessita que você se preocupe em rosquear bem. Porém, esse modelo custa mais caro e não é tão fácil de encontrar.

Como conservar o seu mosquetão?

 

É importante sempre lixar as arestas que surgem para não danificar a corda. Também vale não usar mosquetões já danificados, pois eles podem até causar algum acidente.

Para limpar, sopre o gatilho para tirar o pó e a sujeira, depois lave com água quente e detergente neutro. Por fim, você pode lubrificar a articulação, e se caso fazer isso retire o excesso depois.

Outro ponto é manter o seu mosquetão longe de umidade ou maresias.

Curtiu essas dicas sobre o mosquetão?

 

Continue Reading

Principalmente pais de primeira viagem são expostos a “pitacos” de familiares e amigos. Isso é bem comum, mas pode atrapalhar nos primeiros cuidados para ter com recém-nascido. Muitas dessas sugestões vêm de bom grado, mas podem ser errôneas e sem base científica. O ideal mesmo é que os pais busquem informações concretas vindas de pediatras.

Cuidados para ter com recém-nascido

Papai ou mamãe que está confuso em quais são os cuidados para ter com recém-nascido, a Unhex Baby separou os principais. Fiquem tranquilos, todos eles são recomendados por especialistas.

Lembrando que a criança é considerada recém-nascida até 28 dias, após isso alguns cuidados podem mudar.

Primeira amamentação ainda na sala de parto

Para estimular o contato da criança com o seio materno, a mãe deve amamentar assim que o bebê for entregue após o parto. Esse momento é importante para que a amamentação ocorra naturalmente nas próximas semanas.

A criança pode rejeitar o leite nesse primeiro contato, já que ainda está com os nutrientes no organismo. Mesmo assim, vale a mãe tentar amamentar o mais breve possível para criar esse lanço.

Circulação mínima de pessoas

Na maternidade e até a criança completar os 28 dias, é importante evitar muita circulação. Mesmo o seu bebê ter sido vacinado logo depois do nascimento, ele continua muito frágil e sensível a qualquer infecção. E ainda faltam muitas vacinas a serem tomadas.

Pode ocorrer visitas, mas estipule um horário de 15 minutos e de poucas pessoas no ambiente, no máximo cinco. Peça para quem for visitar esteja completamente saudável – um simples resfriado pode ser vital para o seu neném -, e que estejam com as mãos muito limpas e higienizadas corretamente. Além disso, muita agitação pode ser estressante para o bebê e até para os pais.

Lembrando também que o ambiente deve ser calmo o tempo todo, principalmente no momento de dormir e mamar.

Troque a fralda com frequência

Claro que você não precisa fazer a troca a cada xixi que o bebê faz, mas é importante trocar a cada duas horas no mínimo. Recém-nascidos costumam fazer mais de oito vezes coco por dia e por isso essa preocupação em trocar sempre.

Para evitar alergias, você pode fazer a limpeza com algodão e água morna. Limpe bem suavemente, já que a pele ainda é muito sensível.

Hora do banho

A água não pode ser quente, muito menos fria. Ela deve ter a temperatura de 35º, você pode verificar essa medida usando o termômetro. Fora isso, lembre-se de não deixar uma circulação de ar intensa, principalmente em dias frios.

Para limpar o seu bebê você precisa de sabonete líquido ideal para recém-nascido, e nesse momento nada de shampoo ou algo que pode causar alergia. Para saber como dar o banho certo, converse com as enfermeiras na maternidade.

Visitas ao pediatra

Normalmente o pediatra solicita que a mãe volte a vê-lo após uma semana do nascimento. Esse momento é importante para verificar se está ocorrendo tudo bem na saúde e amamentação.

É importante também sair apenas para o pediatra nesses 28 dias, evitar idas a casa de parentes e outros eventos. Isso é uma forma de preservar a saúde do bebê.

Cortar as unhas

As unhas do recém-nascido crescem muito rápido, e para evitar arranhões devem ser cortadas sempre. Em outro artigo explicamos como fazer isso do jeito certo e evitando machucados.

Cabeça elevada

Nessa fase é comum a criança ter muito refluxo, por isso é importante, principalmente na hora da amamentação, deixar sempre a cabeça mais elevada do que o resto do corpo. Lembrando que você deve sempre segurar a cabeça com firmeza, já que o bebê não tem estabilidade e firmeza ainda.

Como limpar boca, nariz e orelha

A boca deve ser limpa apenas por fora com um paninho mesmo. Não molhe a parte interna da criança, não há necessidade.

Já a orelha depois do banho você pode passar suavemente a toalha ou algum cotonete próprio para recém-nascido, mas com muita delicadeza.

Por fim, a região dos olhos pode ser limpa durante o banho com algodão e água morna.

Tem outro cuidado sobre os primeiros dias do bebê que tem dúvida? Manda para a gente, que ficaremos felizes em ajudá-lo nessa nova fase.

Continue Reading

Ser atleta não é simplesmente decidir praticar algum esporte. Ser atleta é se dedicar totalmente ao esporte, mudar a rotina, a alimentação, se preocupar mais com o bem-estar físico e ter mais atenção com a saúde. Nessa mudança, o atleta também deve passar a se cuidar com mais frequência, evitando problemas com a pele e a unhas. Pensando em te ajudar, selecionamos alguns produtos de cuidados pessoais que todo atleta deve ter:

Barbeador

Para quem pratica esportes aquáticos, a pele depilada pode ajudar a ter um contato melhor na água. Algumas pessoas que praticam ciclismo também afirmam que os pelos na perna também podem atrapalhar no movimento. Nos demais esportes, a depilação é algo opcional e totalmente estético.

Cortador de unhas

Unhas grandes podem atrapalhar qualquer atleta, principalmente aqueles que correm e passam muito tempo com tênis. Cortar as unhas dos pés é algo que deve ser feito com uma frequência maior.

Porém, não se deve esquecer das unhas das mãos, ao manter elas muito compridas pode correr o risco de arranhar ou machucar algum colega de esporte.

Confira o nosso artigo sobre podologia no esporte!

Hidratante

Muitos esportes acabam deixando a pele mais ressacada, e até chegam a “esfoliar” a pele devido ao atrito. Com isso, é importante deixar a pele sempre hidratada, principalmente nas áreas mais ásperas como os joelhos e cotovelos.

Protetor solar

Quem pratica atividades ao ar livre deve ter uma atenção especial com a exposição ao sol. Sempre nos treinos leve o seu protetor solar e lembre-se de passar o produto a cada duas horas. Mesmo algumas marcas afirmando que a duração é maior, não vale correr o risco de pegar uma isolação ou até uma doença na pele.

Sabonete antibactericida

Muito suor, contatos com outras pessoas, frequência em lugares como vestiários e outras coisas podem ser prejudicial para a sua pele. O ideal é lavar o corpo e o rosto com sabonetes antibactericida, evitando o surgimento de doenças. Vale passar o sabonete bem no meio entre os dedos para evitar micoses.

Você já usa esses produtos de cuidados pessoais que todo atleta deve ter?

Continue Reading